sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Existência


Aquela sensação de que o mundo é grande demais pra você e o espelho é pequeno demais pro teu ego e seus sonhos. Nada é exato, nem o tamanho da esperança de conquistar um sonho. Nem a vontade de querer sumir do mapa de uma hora pra outra. Ah se coragem não me faltasse, talvez nem blog eu tivesse.

Já me disseram o que é isto, que eu me lembre é insatisfação com o andar do homem, da vida e essas coisas. Eu achava que era boiolice, mas vai que é o tal mal do século, vai que é coisa de adolescente, mesmo eu não sendo um. Vai que é vontade de ser diferente.

Como já vi em série, a sensação é de estar em um trem a 300km/h e sem saber o porquê de estar ali, você quer pular. Elaborei uma teoria de que a vida é realmente estar em um trem a 300km/h ou seja lá a velocidade, e quem sofre é a pessoa que percebe que está nele, enquanto as outras, a maioria por sinal, apenas vive percorrendo os mesmos trilhos até a morte.
 
Quem sofre, são aqueles que têm consciência de onde estão.