sábado, 12 de janeiro de 2013

Ponto cego


Existe aquela metáfora de que a vida é uma estrada e que no final o que compensa é apenas chegar sem se preocupar com quem chegou primeiro, você ou seu ego. Mas aí você se pergunta, por que diabos uma estrada? Você pode percorrer mais que outras pessoas e no final você vai ganhar o quê? Um presente de boas vindas pro céu ou um tapa na bunda por estar indo pro inferno?
Acho que não, rapaz.